Buscar

A métrica xG e xA - Como o Brighton deveria ter terminado em 6º na Premier League

Com certeza já terá lido em algum lugar a métrica xG. Esta métrica ganhou importância no vocabulário do adepto comum muito devido aos sites de análise para apostas desportivas. Também no Sorare se pode encontrar valor no xG. Dado que entre as métricas mais influentes no Decisive Score são o gol e a assistência, podemos encontrar boas perspectivas de resultados no jogo.

O que é o xG?


O xG, ouExpected Goals, diz-nos a sua probabilidade de ser gol tendo em conta a qualidade de uma tentativa de chute ou cabeceamento. Na prática, dá o resultado da partida tendo em conta a qualidade dos lances de gol, independentemente da finalização ter sido boa ou má. É calculada comparando o lance de gol com milhares de chutes registados antes tendo em conta fatores como distância do gol, posicionamento dos zagueiros, tipo e velocidade do passe, tipo de chute, ângulo do chute e imensas outras variáveis.

Na prática, transforma todos esses dados num valor único, situado entre 0 e 1, onde a probabilidade ser gol é maior quanto mais perto for de 1. Por exemplo, imagina que um jogador decide fazer um chute de fora da área a 30 metros do gol, esse xG será muito menor do que um lance de gol em que o Atacante apenas tem que encostar no gol.


O que é o xA?


O xA, Assistência esperada, avalia o ouptut creativo de um jogador, medindo as chances de um passe decisivo se tornar numa assistência. Também aqui depende de vários fatores como a posição do atacante, a velocidade da bola, o tipo de pasee entre outros.


De acordo com a Opta, a xA é independente de se chute for tentado ou realizado até, o foco está na qualidade do passe.

A assistência esperada é calculada com base na qualidade das chances criadas e não tanto pela conversão em gol. Isto significa que um jogador com um alto xA pode ter um número baixo de assistências e significar um jogador de grande qualidade pode apenas ter a infelicidade de não ter atacantes que correspondam à qualidade de seus passes.

Utilidade para o Sorare


O xG e o xA apenas contam a verdade sobre o contributo de seus jogadores para o time, excluindo o fator finalização. Isto permite nivelar o talento criativo do time e de jogadores que apenas tiveram a infelicidade de jogar para um atacante incapaz de convertes suas ocasiões em gol e transformar suas Decisive Scores. Pegando no exemplo da premier league da época passada, os times com valores de xA mais altos do que as assistências realmente realizadas foram:


Sheffield United -> xA 22.6 vs 13 Assistências reais Fulham -> xA 27.8 vs 18 Assistências reais

Brighton -> xA 33 vs 24 Assistências reais O que significou, p.e. no caso do Brighton, que fez menos 20 PONTOS na liga que deveria ter feito. Se os avançados de seu time tivessem feito o seu trabalho como o resto do time e teriam ficam em 6º na Premier League e não 16º em que terminaram a época passada. Olhando para os xG dos Atacantes do Brighton temos: Neal Maupay -> xG 13.77 vs os 8 gols que realmente marcou. Aaron Connolly -> xG 4.46 vs os 2 gols que realmente marcou.

Danny Welbeck -> xG 7.38 vs os 6 gols que realmente marcou. Muapay teve sempre um registo deficitário na relação xG com os gols que realmente marca na Premier League pelo que um bom finalizador servido pelo super Tossard fará toda a diferença na próxima época do Brighton! Para mais pesquisas de performances de jogadores pode visitar os seguintes sites: https://understat.com https://fbref.com

34 visualizações0 comentário

Posts Relacionados

Ver tudo